segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Meditação/Nadia Malta/DEPOIS DO CHORO A ALEGRIA VIRÁ!

DEPOIS DO CHORO A ALEGRIA VIRÁ!

O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. Salmos 30.5.

                                                                                        


Hoje encontrei alguém que chorava de um jeito que nunca vi. Seu choro vinha do fundo da alma. Era um lamento altissonante e contínuo que vinha do mais profundo daquele coração. Lembrava as sirenes, das ambulâncias pedindo passagem! No caso, uma dor da alma pedia passagem! Ali não cabiam as palavras nem nos lábios da pessoa e muito menos nos meus. Aliás, a impressão que tive foi que mesmo que ela tentasse explicar a razão daquelas lágrimas, não conseguiria. Fiquei em silêncio até que aquela enchente escoasse e a dor em questão se esvaísse. Parece-me que tudo naquele interior foi devidamente lavado! Ainda não sei a razão do choro, mas parece que ele cumpriu seu papel. No final, a pessoa me agradeceu por não ter dito ou perguntado nada e apenas ter ficado silenciosamente presente.

A experiência foi extremamente didática. E mais uma vez percebi a inutilidade das nossas verborragias! Tenho pensado e usado muito o recurso terapêutico do choro, tão pouco usado em tempos em que é quase uma afronta se mostrar fraqueza. O Senhor Jesus em suas Bem-aventuranças diz que: “Bem-aventurados os que choram porque serão consolados”. Que promessa gloriosa! Não há nada mais perigoso que sentimentos represados. Aliás, já falamos sobre isto neste espaço. As pessoas são sempre tão contidas, tão preocupadas com o que os outros vão pensar! Desde crianças aprendemos a “engolir o choro”! Choro engolido envenena a alma! Quanta alma envenenada encontramos pelo caminho! Qual o antídoto para esse veneno? A empatia ou a compaixão! Faz bem saber que a nossa dor não é banalizada!

A Bíblia está cheia de relatos de chorões que foram devidamente consolados pelo coração compassivo de Deus! Gosto particularmente do episódio de Maria madalena chorando no Jardim do sepulcro ao vê-lo vazio. E Jesus chega sem ser reconhecido e faz a pergunta que ainda hoje ressoa em nossos ouvidos nas horas de choro profundo: “Mulher, por que choras”? A causa do choro de Maria era o fato de achar que haviam roubado o corpo do Senhor. É quando Jesus se revela chamado-a pelo nome da maneira inconfundível de sempre! Outro episódio marcante foi o encontro de Jesus com a viúva de Naim. Ao encontrá-la no cortejo fúnebre do seu filho único diz o texto do evangelista Lucas: “E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores”. Ambas as mulheres foram consoladas! Ele é especialista em aparar as nossas lágrimas! Ele transforma lágrimas em riso e o nosso lamento em júbilo!

O salmista afirma que “o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. Como temos ansiado pela aurora! Como as noites escuras da alma têm se prolongado! E como estamos necessitados que o Senhor nos chame pelo nome! Que ele nos abrace e acalente os nossos corações! Sim, sabemos que vai amanhecer e o choro dessa madrugada escura será transformado em riso e tudo se fará novo! Não fiquemos constrangidos por chorar! Depois do choro, a alegria certamente virá! Nadia Malta. http://ocolodopai.blogspot.com.br/

domingo, 20 de agosto de 2017

Meditação/Nadia Malta/TÁ DIFÍCIL? VAMOS PASSEAR!

TÁ DIFÍCIL? VAMOS PASSEAR!
                                                                                              

A mão do Senhor estava sobre mim, e por seu Espírito ele me levou a um vale cheio de ossos. Ele me levou de um lado para outro, e pude ver que era enorme o número de ossos no vale, e que os ossos estavam muito secos”. Ezequiel 37.1,2.

                                                                                          


Já falamos isto outras vezes, mas é sempre bom repetir por mais difíceis que estejam as coisas para nós ainda pode haver realidades ainda piores. Por isso, sempre que as coisas se tornam muito difíceis resolvo passear. Mas não em um lugar aprazível de lago plácido, de jardins floridos com borboletas coloridas voando de um lado para outros e pássaros cantando sob uma brisa amena. Nessas horas é tempo de revisitar Ezequiel 37 o Vale de Ossos Sequíssimos! Que passeio estranho! Coisa mais mórbida! Muitos podem pensar. Contudo, é precisamente ali que somos profundamente ministrados com a certeza absoluta que não há impossíveis para o nosso Deus seja qual for a situação que nos aflige.

Às vezes tudo que mais precisamos é um choque de lucidez! E o Senhor é também especialista em nos chamar à razão no meio das nossas dores mais profundas. Nos dias do profeta Ezequiel as coisas definitivamente não estavam fáceis. Ele experimentara na pele os rigores de um cativeiro que durou setenta anos. A esperança da nação havia morrido, seus ossos haviam secado pela tristeza, abatimento e desesperança provocados pela situação. Não havia saídas, pelo menos, não humanas!

Deus é especialista em saídas impensáveis, em caminhos impossíveis aos homens e em estratégias inimagináveis. Não podemos perder de vista que nas mãos divinas estão todas as infinitas possibilidades. Por isso o Senhor levou o profeta em visões de Deus para um passeio dos mais inquietantes. Ele o levou e colocou-o para nadar ao redor de um vale de ossos muitos secos. Ele tinha que aprender a mensurar a dimensão da sua própria dor. É quando o Senhor faz a grande pergunta do texto que faz o profeta pensar: “Filho do homem, esses ossos poderão tornar a viver”?

O profeta depois de observar atentamente a dimensão daquela situação responde da maneira mais sábia e prudente: "Ó Soberano Senhor, só tu o sabes". Não deveria ser assim conosco? Não deveríamos colocar nas mãos do Senhor a resposta que tanto ansiamos, antes de naufragarmos em nossas impossibilidades? O Senhor ainda convoca o profeta para participar da ação restauradora e vivificadora: Então ele me disse: "Profetize a esses ossos e diga-lhes: ‘Ossos secos, ouçam a palavra do Senhor”! Talvez seja isto que está faltando: mandar o nosso problema, a nossa impossibilidade ouvir a palavra do Senhor! Ao obedecer à ordem do Senhor o profeta pode ver o poder da Palavra de Deus em ação bem debaixo do seu nariz: Ele profetizou e começou o grande mover. Cada osso procurou seu osso, se recompuseram formando esqueletos que foram cobertos de tendões, carnes músculos e pele. Por fim o espírito foi soprado neles para que vivessem. E era um exército vivo na superfície do vale! Precisamente os que disseram que seus ossos haviam secado e perecido a sua esperança. A esses o Senhor diz: “Ó meu povo, vou abrir os seus túmulos e fazê-los sair; trarei vocês de volta à terra de Israel. E, quando eu abrir os seus túmulos e os fizer sair, vocês, meu povo, saberão que eu sou o Senhor”. Tempo de renovar a esperança e confiar no agir de Deus! Ele não falha nunca! Nadia Malta. http://ocolodopai.blogspot.com.br/

sábado, 19 de agosto de 2017

Meditação/Nadia Malta/CONSAGREMOS TUDO A ELE!

CONSAGREMOS TUDO A ELE!

“Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos”. Provérbios 16.3.
                                                                                             


O apóstolo Paulo falando aos romanos faz uma afirmação que traz mais luz a este assunto: “Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre”! Isto significa que não somos de nós mesmos, que nada temos de fato, tudo é dele. Somos do Senhor! Rebanho do seu pastoreio. Tudo que temos, que somos, e que sabemos vem dele e todas as obras das nossas mãos são para exclusiva glória dele. Assim, não nos vangloriemos das nossas vãs pretensões e realizações.

A pergunta é: temos essa consciência? E o apóstolo esclarece ainda mais o assunto. E falando aos colossenses ele diz: “Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo”. Da coisa mais simples à mais complexa, tudo é para o Senhor e para a sua excelsa glória. Quando seguimos essa linha de entendimento tudo parece ficar mais fácil e mais leve. No final das contas, nada fazemos de fato para pessoas. Elas apenas servem de instrumento visível de simulação do que fazemos efetivamente para Deus. Assim, as “novas” técnicas de simulação usadas no ensino, na verdade, não tem nada de novas, Deus já as havia instituído desde tempos eternos.

O autor de Provérbios tinha essa consciência ao trazer o sábio conselho do versículo citado no início. Vivemos em um tempo de estrelismo. De desempenhos visíveis. De cobranças por produtividade. Por isso tem sido tão difícil um trabalhar anônimo ou mesmo quando inevitavelmente for visível esse agir que tenhamos o cuidado de tributar toda honra ao Senhor. Lá no íntimo as pessoas querem o elogio e o aplauso dos homens. Na verdade, nem sequer consultamos ao Senhor para aquilo que desejamos fazer, muito menos consagramos a ele o que realizamos! E o que é ainda pior, alem de não consultar, nem consagrar, simplesmente agimos por nossa conta e risco. Alguns ainda comunicam ao Senhor seu intento, como se estivessem fazendo um grande favor a ele. E quando as coisas não dão certo, põem a culpa em Deus!

Se podemos dizer que existe uma fórmula para o “sucesso” do servo de Deus, seja em que área for, até mesmo secularmente, este segredo é a consagração de tudo que se fizer ao Senhor. Somos instrumentos, canais da multifome graça de Deus. Instrumentos para louvor dele. O salmista seguindo essa linha de raciocínio aconselha: “Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá”. Quando assim agirmos, nossos planos e intentos serão bem sucedidos. Nada acontece fora da vontade de Deus. Seja essa vontade soberana ou permissiva. A primeira é boa, agradável e perfeita. A segunda é punitiva, disciplinadora. Agir por nossa conta e depois comunicar ao Senhor pode ser algo doloroso lá na frente. Que possamos consultá-lo incansavelmente até que ele sinalize para nós de maneira favorável. Só então deveríamos seguir em frente. Melhor deixá-lo conduzir as coisas. Tempo de consagrar tudo a ele! Nadia Malta. http://ocolodopai.blogspot.com.br/


Você poderá gostar também de...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...